ENTREVISTA MARYNNAH



Conheça o trabalho de Marynnah
Bailarina, professora e proprietária da Escola Deusa Bastet fará um solo no E-Ventre

E-Ventre - Marynnah qual sua visão sobre o E-Ventre?
Marynnah - Em 2009 fui ao E-Ventre pela 1a vez e fiquei encantada com o clima que rola durante o evento. Este ano optei em participar por considerá-lo o mais democrático dos eventos de dança que conheço até o momento, sem preferências e sem protecionismos. Percebo que o E-Ventre está aberto a todos aqueles que desejam participar, possui grande abrangência e dá oportunidade de conhecermos novos rostos e as tendências do mundo da Dança do Ventre e Fusões.

E-Ventre - Quando começou no Tribal ?
Marynnah - Costumo dizer que dançar tribal é um estilo de ser. Minha iniciação nesta dança foi em 2005, no Egito, quando fiquei encantada com o estilo, os movimentos e o leque de criatividade que esta dança proporciona.
Como em toda dança, ela possui uma base: o condicionamento através do Yoga, musicalidade, ritmo e movimentos oriundos de várias danças importantes tais como Bellydance, Bangra, Mudrás, Jazz, Flamenco. Daí em diante é pura criatividade.

Desde Jamila Salimpour, a criadora o Tribal na década de 70, até os dias de hoje, o Tribal evoluiu com grandes nomes: Marha Archer, Caroleana Nerico, Djamila, dentre outras.... E hoje posui várias vertentes, Sharon Kihara, Mardi Love, Rachel Brice, Zoe Jacques, Elizabeth Strong dentre outras... cada uma com seu estilo e talento.
Isso é o legal do Tribal. Ao meu ver isso ocorre pelo fato do Tribal ter seu berço nos Estados Unidos, país ligado a Arte e também das possibilidades.
Em particular optei pela linha de estudos da Mestra Rachel Brice pelo fato dela possibiltar uma linha contínua de estudos através das Imerções Anuais na Costa Rica. Participo destas Imersões desde 2007 e percebo que a cada ano existe uma evolução nos programas.

Independente disso é importante conhecer as várias vertentes do Tribal. Por este motivo já fiz Workshop com Sharon Kihara, Ariellah, Mardi Love, Zoe Jacks e, este ano, além da Imersão com a Rachel Brice, também estarei na Imersão da Sharom Kihara aqui no Brasil. Só não gosto de aprender via DVD, não tenho essa habilidade.


E-Ventre - O que o publico pode esperar do seu solo?
Marynnah O público irá conhecer a Marynnáh, professora de dança, pois não me considero uma bailarina. Espero proporcionar com a minha apresentação uma visão do que é o Tribal Fusion - metodologia Rachel Brice, mas com o meu estilo de ser. Em minhas apresentações, além da técnica aprendida, coloco meu estilo, minha personalidade e o meu amor pela Dança Tribal que, na realidade, é a extenção das minhas aulas.
Quer conhecer mais?
Acesse o site http://www.deusabastet.com.br

0 comentários:

 
ACESSE WWW.E-VENTRE.COM © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects